NOVA TESTEMUNHA DO PROCESSO CONTRA EURIDES É OUVIDA

4
4

Mais um depoimento do processo por quebra de decoro parlamentar contra a deputada Eurides Brito (PMDB) foi ouvido nesta segunda-feira (10/5), na Comissão de Ética da Câmara Legislativa. A ex-secretária de Educação do GDF, Wandercy Camargos, disse que soube de um rompimento entre Eurides e o então candidato ao Senado, Joaquim Roriz (PSC).

Eurides, que estava presente durante a oitiva, reafirmou que Roriz teria aceitado bancar 12 reuniões da campanha dela e negou que tivesse problemas com ele. O vídeo em que aparece, colocando na bolsa, dinheiro entregue pelo ex-secretario de Relações Institucionais Durval Barbosa seria fruto desse acordo.

A deputada também apresentou fotos e uma planilha para comprovar que participou de atividades e reuniões em 2006. Ela confirmou que teve um pequeno desentendimento com Roriz, mas que o caso foi resolvido rapidamente e não interferiu na campanha de 2006.

Em resposta a questionamentos enviados pela relatora do processo, Érika Kokay (PT), Joaquim Roriz (PSC) respondeu a comissão que só tomou conhecimento de que a deputada distrital Eurides Brito (PMDB) recebeu dinheiro do ex-secretário de Relações Institucionais Durval Barbosa pela mídia.

Depoimentos
O deputado Raimundo Ribeiro (PSDB) sugeriu que Benício e Odilon sejam ouvidos pela Comissão para confirmar as informações apresentadas por Eurides. Os dois serão convidados a testemunhar ainda nesta semana.

O depoimento da deputada Eurides Brito acontecerá na próxima sexta-feira (14/5), em horário ainda não definido. Fonte: Correio Braziliense

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui