Novas delações ampliam clima de apreensão em Brasília

0
12

alta tensao

A notícia de que dois executivos da Camargo Corrêa fecharam acordo de delação premiada na operação Lava Jato ampliou o ambiente de apreensão instalado no mundo político em Brasília. Isso porque Dalton Avancini e Eduardo Leite são os primeiros executivos de uma grande empreiteira que aceitam colaborar com as investigações.

O temor entre parlamentares em Brasília é que isso estimule a delação de outros empreiteiros que já estão dispostos a falar. Entre eles, Ricardo Pessoa, da UTC, que está sendo pressionado pela família e que tem se queixado do abandono de autoridades de quem era próximo no passado.

As novas delações apontam para uma nova frente de investigação dentro da Lava Jato. Com isso, começa a ficar claro para políticos de Brasília que a abertura de inquéritos que será pedida pelo Procurador-Geral da República não será o ponto final dessa história. Isso tem ampliado o ambiente de suspense no Congresso Nacional.

Todo dia somos surpreendidos com novos lances da Operação Lava Jato. Quem pensava que seria colocado uma pedra final nesta semana com a abertura dos inquéritos se enganou”, disse ao Blog em tom de alerta um deputado da base aliada, que acredita que será incluído nos pedidos de abertura de inquérito de Janot.

 

Fonte: Blog do camarotti

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui