O DEM-DF ESTÁ SÓ

0
6

Até novembro de 2009, o DEM no Distrito Federal era o ‘queridinho’ de quase 15 partidos. Muitos elogiavam o partido do então governador José Roberto Arruda, e apregoavam mais ’20’ anos de governo do DEM no DF. Entretanto, a situação mudou – e muito!

Com a descoberta das falcatruas envolvendo o governo do DEM, muitos partidos se afastaram e hoje em dia, o DEM é quase visto como partido sinônimo de corrupção, à exemplo do que ocorreu com o PT e seu envolvimento no mensalão administrado pelo empresário Marcos Valério. Portanto, hoje muitos querem distância do DEM.

Diante dos fatos, que partidos poderiam se aliar ao DEM? segundo especialistas, apenas 1 ou 2 ‘nanicos’. Enquanto isso, o PMDB tenta se encaixar em algum lado da política local, e a tendência é se unir à candidatura de Agnelo Queiroz (PT). As conversas estão adiantadas.

Enquanto isso, O DEM segue sangrando diante de denúncias  e aguarda a conclusão do inquérito sobre o mensalão de Arruda, para ver se ainda lhe restará algum fôlego. O ex-distrital Leonardo Prudente comentou dia desses, que “feliz foi Brunelli, que deixou o DEM na hora certa”. Realmente. Se Brunelli tivesse permanecido no DEM, sua situação seria igual a de Prudente: não poderia ser candidato ans próximas eleições.

E para terminar, Alberto Fraga ficou sozinho e ainda tem de brigar com a companheira de partido Eliana Pedrosa. Ele tenta reagrupar o partido, mas está difícil. Sem falar no senador Adelmir Santana (DEM) que deseja a reeleição. Mas… ele já foi eleito alguma vez?

Enquanto isso, o senador Marco Maciel (DEM), que é interventor no DEM do DF, já está ciente dos escândalos do passado e do presente que envolvem integrantes do partido. E não gostou do que viu e ouviu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui