O foro privilegiado que sobrecarrega o STF e ajuda políticos safados

0
10

Em dois anos e três meses, a Operação Lava Jato impôs 105 condenações a mais de 50 acusados, entre doleiros, empreiteiros, ex-diretores da Petrobras e políticos sem mandato. A investigação liderada por Sergio Moro, juiz federal de primeira instância, já é a maior operação contra a corrupção na história do Brasil.

Uma outra Lava Jato, porém, tem números bem mais modestos. Nela 38 suspeitos foram denunciados e nenhum ainda foi condenado. É a Lava Jato que investiga ministros, senadores e deputados. Nesse grupo estão peixes grandes, como Eduardo Cunha, Renan Calheiros, Romero Jucá entre outros famosos que têm foro privilegiado .

O Brasil tem 22 mil autoridades com foro privilegiado, um recorde mundial. A justiça não dá conta de tantos “doutores”…

Atualmente, tramitam no Supremo Tribunal Federal – um colegiado com 11 ministros – 369 inquéritos e 103 ações penais contra parlamentares. Desde 2001, 59 casos no STF prescreveram.

Atualmente, cerca de um terço da Câmara dos Deputados está sob investigação. É preciso acabar com o foro privilegiado.

 

 

 

 

 

 

Fonte: Donny Silva/Com informações de Época

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui