O LIXO E OS MESMOS DE SEMPRE…

2
12

O lixo no Distrito Federal é assunto polêmico, tanto pela quantidade quanto pelo mau cheiro que exala de luxuosas mansões e gabinetes de conhecidos políticos após milionários acordos.

Em junho de 2010, o GDF finalmente finalizou a licitação do lixo. Inexplicavelmente, as mesmas empresas de sempre apareceram e venceram: QUALIX, ARTEC, VALOR AMBIENTAL, CAENGE ENGENHARIA e NELY TRANSPORTES.

Talvez as visitas “secretas” do então notívago governador do DF, Rogério Rosso, à residência do ex-senador Joaquim Roriz em 2010, possam esclarecer alguns pontos.

Afinal, em 2007, Arruda era governador do DF,  e Roriz senador. Mesmo aparentemente “distantes”, a empresa do amigo particular de Roriz, Osvaldino dos Santos (Nely Transportes) ganhou o direito de permanecer atuando no lixo. Houve interferência direta de Roriz junto à Arruda. E Roriz ainda nomeou muitos de seus colaboradores diretos no governo arrudista.

Roriz só não esperava ser apunhalado por Arruda na Operação Aquarela…

No governo de Rogério Rosso, por quem Roriz nutre “extrema confiança e admiração”, a Nely continuou firme, assim como a Artec, do grande amigo de Roriz, o ex-deputado distrital César Lacerda, que continua atuando,  só que agora, no governo do Novo Caminho de Agnelo Queiroz.

Percebendo que a coisa não ficaria mais do jeito que era antes, Osvaldino dos Santos submergiu em Goiás. Antes, adorava ostentar dinheiro e prestígio junto ao “ômi”.

E no meio desta história, tem o Flores, ex-diretor do SLU, que ficou muito rico com o luxo do lixo que o DF produz.

E o pior da história, é que tais personagens desfrutam a vida sem a menor preocupação… nem pudor!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui