O PT NA CÂMARA LEGISLATIVA DO DF: OPORTUNISMO E OMISSÃO

3
11

A  deputada Érica Kokay (PT) trabalhou muito nesta semana como advogada de defesa do presidente da Casa, Cabo Patrício (PT), acusado de fazer e aprovar projeto que teria beneficiado empresa do filho do deputado Leonardo Prudente. O trabalho foi intenso, mas ‘produtivo’. Ontem, o pedido de investigação de Cabo Patrício foi simplesmente ignorado, rejeitado e arquivado, em sessão presidida pela deputada petista. E Érica ainda sorriu muito quando assumiu a relatoria do pedido de cassação do deputado Brunelli, a quem ela odeia, mas que num passado recente  precisou muito do colega, quando do episódio de sua quase cassação devido à denúncia feita por um ex-funcionário de seu gabinete, que acabou por envolver a deputada num grande escândalo. O PT está se divertindo agora, mas nos últimos anos ficou calado, omisso, mesmo sabendo de muitas denúncias envolvendo o governo de José Roberto Arruda. Como será sua postura em relação aos escândalos envolvendo outros companheiros de partido e a sí mesma? Enquanto isso, o novo presidente da Câmara Legislativa se diverte, mas deveria apurar a denúncia de que dados de computadores dos gabinetes dos  deputados teriam sido copiados para fins de espionagem, intimidação e eventual chantagem. Afinal, o PT é um partido sério, não é mesmo, presidente?!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui