O RETORNO DE JOSÉ DIRCEU AO PT

7
15
Política

Sem esperar decisão do STF, PT prepara volta de Dirceu

 

Gerson Camarotti e Isabel Braga, O Globo

Antes do evento festivo da comemoração dos 31 anos de fundação do PT , uma plenária especial na sede do partido decidiu lançar uma mobilização nacional em defesa do deputado cassado e ex-chefe da Casa Civil, José Dirceu, no processo do mensalão.

No processo no Supremo Tribunal Federal, Dirceu é acusado de ser o chefe da “organização criminosa” montada para comprar o apoio de partidos da base em troca de apoio ao governo Lula.

A mobilização foi definida porque o processo deve ser julgado este ano pelo Supremo. Dirceu também disse que já há um pedido formal do ex-tesoureiro Delúbio Soares para ser reintegrado aos quadros do PT, de onde foi desfiliado no auge do escândalo do mensalão.

– Quero ser julgado. Não quero que prescreva, quero que julgue antes. Sou contra julgar depois da prescrição, quero que julgue antes, confio no Supremo, confio na Justiça, nunca tive medo da Justiça. Enfrentei, nesses cinco anos, de peito aberto e cabeça erguida o país. Em todo lugar que vou discuto, debato. Vou em qualquer lugar, não tenho medo – disse Dirceu.

Na plenária lotada, que contou com representantes de todas as tendências do PT, Dirceu fez um relato do processo desde que surgiu o escândalo, em 2005. Segundo petistas presentes, ele disse que o seu caso foi o resultado de um processo de desestabilização política do governo Lula, e que há uma acusação sem provas.

– Nesses anos todos, nada provaram contra mim. Nem mesmo a acusação mais grave, de formação de quadrilha, foi provada.

Leia mais em Sem esperar decisão do STF, PT prepara volta de José Dirceu

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui