OAB quer publicidade de esquema de propina apontado pelo MP

1
9

Elio Rizzo/Cedoc

Depois de os deputados distritais terem acesso negado aos autos do processo que originou a Operação Drácon e segue em segredo de justiça, a Ordem dos Advogados do Brasil do Distrito Federal (OAB-DF) requereu ao Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT) a quebra do sigilo do inquérito que investiga suposto esquema de pagamento de propina a deputados distritais.

Fatos graves

Para a Ordem, a denúncia narra fatos graves e envolvem ocupantes dos mais altos cargos da Câmara Legislativa. “A investigação gira em torno de suposta corrupção com dinheiro público, que deveria ser empregado em prol da população, na melhoria da saúde e do atendimento hospital”, argumenta o presidente da OAB-DF, Juliano Costa Couto.

Pelo menos para a Ordem

O presidente entregou pessoalmente o pedido ao relator do processo, desembargador José Divino de Oliveira, e ouviu dele a promessa de apreciar o pedido ainda esta semana. “A decisão judicial retirou representantes eleitos do comando da Casa Legislativa. Daí, o absoluto interesse público e a necessidade de a Ordem ter acesso para tomar posição”, explicou Costa Couto, que acredita que pelo menos para a OAB-DF o acesso ao processo deve ser franqueado.

 

 

Fonte: Do Alto da Torre

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui