EX-PRESIDENTE DO BRB É CONDENADO

0
15

Ex-diretor do BRB é condenado a 12 anos de prisão

Após apelação criminal do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT), o ex-diretor do Banco de Brasília (BRB) Tarcísio Franklin de Moura foi condenado a pena de 12 anos de prisão por ter realizado contratos de patrocínio de corridas automobilísticas, por quatro anos seguidos, sem licitação. Anteriormente, a 2ª Vara Criminal de Brasília havia absolvido o acusado.

Segundo o MPDFT, entre os anos de 2003 e 2006, o então diretor do BRB, Tarcísio Franklin de Moura, autorizou a celebração de quatro contratos com a equipe esportiva WT Racing, no valor de cerca de R$ 965 mil. Os pedidos de patrocínio foram feitos pelo piloto Wigberto Veloso Tartuce, conhecido como Wiguinho.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui