Operação da Polícia Civil apura denúncia de “rachadinha” na CLDF

0
107

Policiais cumpriram quatro mandados de busca e apreensão no Plano Piloto e Gama

RAFAELA FELICCIANO/METRÓPOLES

A denúncia de pagamento de “rachadinha” na Câmara Legislativa é alvo da segunda fase da Operação Escalada. Policiais da Coordenação Especial de Combate à Corrupção e ao Crime Organizado (Cecor) cumpriram quatro mandados de busca e apreensão no Plano Piloto e Gama, nas primeiras horas desta segunda-feira (02/11/2019). O inquérito policial investiga oito pessoas.

A chamada “rachadinha” ocorre quando o político negocia com funcionários a devolução de parte dos vencimentos dos servidores. A primeira fase da operação foi em setembro deste ano. Na ocasião, o comissionado Deivid Lopes Ferreira foi alvo de mandado de prisão temporária.

Ele é suspeito de tráfico de influência e falsidade ideológica, além de outros crimes, que estão em apuração. À época, a PCDF também cumpriu outros dois mandados de busca e apreensão em endereços ligados a Ferreira.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui