Os 7 elementos que garantem a segurança psicológica no ambiente de trabalho 

Saiba quais as características fundamentais e os benefícios deste conceito 

O conceito de segurança psicológica está no centro das atenções das organizações desde que o Google publicou os resultados do estudo realizado em um projeto interno, em que investigou por três anos as características das equipes de alta performance e concluiu que o nível de segurança psicológica é o padrão mais importante dos times com desempenho superior.

Porém, algumas abordagens reduzem o conceito a “ser gentil com os outros” ou a “falar sobre erros”, sendo que há mais de 20 anos a Drª Amy C. Edmondson, professora na Harvard Business School, descreveu a segurança psicológica como “uma crença compartilhada pelos membros de uma equipe de que essa equipe é um espaço seguro para tomada de riscos interpessoais”.

Para a psicóloga Patrícia  Ansarah, fundadora do Instituto Internacional em Segurança Psicológica (IISP), para garantir a promoção do ambiente psicologicamente seguro nas organizações, as equipes devem estar atentas aos seguintes indicadores de comportamentos:

  1. Reagir a Erros

Se o integrante da equipe cometer um erro, isso não pode se voltar contra ele. As equipes têm melhor desempenho quando seus membros sentem que podem agir e falar abertamente, sem medo de serem colocados em uma situação constrangedora, mesmo quando cometem uma gafe ou erro.

  1. Lidar com as Questões

Os membros do time precisam estar aptos a apontar problemas e questões difíceis de trabalho para a discussão conjunta. Portanto, é preciso desenvolver um alto nível de confiança mútua para que as pessoas saibam que podem dizer o que pensam e se sintam seguras para falar. São em momentos assim que podem surgir ideias inovadoras.

  1. Aceitar a Diversidade

Qualquer pessoa da equipe nunca deve rejeitar outra por ser diferente ou por pensar diferente. É fundamental que a cultura da diversidade esteja presente entre todos os membros da equipe, para que ninguém se sinta rejeitado por ter pontos de vista fora dos padrões pré-estabelecidos.

  1. Assumir Riscos

Os integrantes do time devem ter a certeza de que é seguro assumir riscos sem sofrer retaliação. Para isso, é preciso cultivar um ambiente seguro para que todos possam se arriscar sem serem julgados.

  1. Pedir Ajuda

É fácil pedir ajuda para membros dessa equipe. Para alcançar este elemento, todos devem adotar uma cultura de aproximação, sendo acessíveis e solícitos. É importante estabelecer canais e ferramentas de comunicação para tornar o processo de ajuda mais ágil e efetivo.

  1. Respeito Mútuo

A relação de respeito entre os indivíduos deve ser recíproca, ninguém pode minimizar o esforço do outro, de forma deliberada. Esta premissa das relações humanas deve ser baseada na solidariedade e empatia. O respeito mútuo é um elemento poderoso para a resolução de conflitos e diálogos produtivos.

  1. Apreciação

As contribuições e os talentos de cada um devem ser valorizados pela equipe. Os membros do time precisam notar que suas habilidades são utilizadas e também reconhecidas.

Sobre Patrícia  Ansarah

Precursora do conceito de segurança psicológica no Brasil, a psicóloga organizacional Patrícia Ansarah – com mais de 20 anos atuando em RH e como executiva de grandes empresas – criou o instituto para endossar o pioneirismo e dar visibilidade ao tema no Brasil e levar soluções integradas por meio da segurança psicológica para o desenvolvimento de times e organizações.

Sobre o Instituto Internacional em Segurança Psicológica

O Instituto Internacional em Segurança Psicológica (IISP) é uma organização lançada com o propósito de apoiar empresas corajosas a liderar a transformação do jeito de fazer negócios, preparando a liderança para uma gestão mais consciente e humana, por meio da Segurança Psicológica.

Precursora deste conceito aqui no País, a psicóloga organizacional Patrícia  Ansarah – com mais de 20 anos atuando em RH e como executiva de grandes empresas – criou o instituto para endossar o pioneirismo e dar visibilidade ao tema no Brasil e levar soluções integradas por meio da segurança psicológica para o desenvolvimento de times e organizações.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui