Países violadores de direitos humanos compram armas do Brasil

    0
    61

     

    Quarto maior vendedor de armas do mundo, o Brasil vendeu, nos últimos dez anos, armamentos para países no topo da lista de violadores de direitos humanos, como Argélia, Iêmen, Indonésia, Paquistão e República Democrática do Congo. As informações são do instituo independente Iniciativa Norueguesa em Transferência de Armas Leves (NISAT, na sigla em inglês).

    Apesar de as vendas serem controladas por Itamaraty, Exército e Ministério da Defesa, nenhuma das três instituições informou ao R7 a lista dos países compradores, apesar dos pedidos da reportagem.

    Para o coordenador da área de controle de armas do Instituto Sou da Paz, Bruno Langeani, é necessário questionar para onde estão indo as armas brasileiras.

    — Para quem a gente está exportando? Para quais órgãos? Para quê essas armas vão servir?

    Um dos grandes compradores é a Argélia, país que, apenas em 2008, comprou mais de US$ 7 milhões em armamentos daqui. Esse país africano é acusado pela Anistia Internacional de sérias restrições à liberdade de expressão, discriminação de mulheres e tortura de presos.

    Segundo o Itamaraty, o governo avalia cada venda e assegura que a exportação respeita os compromissos internacionais do País, bem como embargos da ONU.Informações do R7.

    Conheça a seguir alguns países importadores e entenda as regras para a venda de armas.

     

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui