Parceria entre Setur e BRB beneficia profissionais e pequenas empresas de eventos

0
40
Vanessa Mendonça, secretária de turismo do DF e Paulo Henrique Costa, pres. do BRB.Foto Luis Tajes/Setur-DF
Condições diferenciadas de financiamento defendidas pela Secretaria de Turismo do Distrito Federal (Setur) contemplam pessoas físicas e jurídicas de diferentes setores do turismo de Brasília afetadas pela pandemia de coronavírus

A secretária de Turismo do Distrito Federal, Vanessa Mendonça, anunciou que mais um segmento do turismo o Distrito Federal teve acesso às linhas de crédito do Banco de Brasília (BRB) com taxas e condições diferenciadas de pagamento. O setor responsável pela realização de eventos sociais e corporativos, que reúne cerca de 250 pequenas empresas e profissionais autônomos, negociados com a BRB e acesso ao crédito do programa Supera-DF com condições diferenciadas de pagamento.Uma parceria entre a Setur e a BRB para fortalecer o turismo foi firmada no início da pandemia, em março.

 “O turismo foi uma das primeiras atividades econômicas a fechar e vai ser uma das últimas a reabrir. Desde o início da pandemia apoiamos esses empreendedores e autônomos que geram emprego e renda na economia de Brasília. As empresas e trabalhadores do setor de turismo afetados pelos impactos da pandemia necessitam desse aporte financeiro até que possam retomar suas atividades com segurança num futuro próximo”, disse a secretária de Turismo, Vanessa Mendonça.

A categoria mais recente beneficiada pela iniciativa da Setur é representada pela Associação Brasileira de Empresas de Eventos (Abraeventos). São empreendedores que organizam eventos sociais e coorporativos como recepções, festas de casamento e solenidades, entre outros.  “A secretária abraçou a nossa causa e, com nossas atividades paradas, esse empréstimo já é um alento até que tenhamos um protocolo gradual de retorno dos eventos”, reconheceu Karla Vinhas, presidente da Abraeventos. Ela trabalha com decoração de festas e solenidades.

Os eventos, como casamentos, normalmente são programados com antecedência e muitos que estavam agendados para este ano foram cancelados. Por isso, diante da falta de perspectivas, o crédito do programa Supera-DF é tão importante para a manutenção das empresas e dos empregos, disse Karla durante reunião com a secretária Vanessa Mendonça.

Os empréstimos são concedidos mediante análise de crédito pelo BRB e poderão ser contratados até setembro. Os juros variam de acordo com a modalidade do crédito, a partir de 0,80% ao mês, com prazo de 36 meses para pagamento e seis meses de carência. Além das 244 empresas associadas, outros 300 profissionais autônomos vinculados a Abraeventos como garçons e copeiros, entre outros, poderão se beneficiar com o acordo entre a Setur e o BRB.
A iniciativa concede financiamentos aos empresários e profissionais autônomos do turismo com linhas de crédito criadas especialmente para atender o setor como artesãos, guias de turismo, agências de viagens, rede hoteleira e de hospedagem. O BRB disponibiliza as seguintes linhas de crédito: Acreditar – produto de microcrédito do BRB; Progiro – Capital de Giro; e BRB Investimento. Os profissionais autônomos de turismo precisam apresentar ao banco o número do Cadastur e as empresas o registro em seu CNPJ da Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE) vinculado ao turismo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui