Parlamentares e jornalistas denunciam autoritarismo e perseguição política no Brasil a congressistas dos EUA

Parlamentares brasileiros relataram nesta terça-feira (12), durante uma entrevista coletiva nos Estados Unidos, denúncias sobre o “autoritarismo judicial e a perseguição política aos oposicionistas no Brasil”. Eles integram uma comitiva organizada pelo deputado Eduardo Bolsonaro (PL-SP) e pelo jornalista Paulo Figueiredo a Washington. O grupo foi recebido por deputados republicanos que fazem oposição ao governo de Jor Biden.

“Estamos aqui: para lutar pela nossa liberdade e chamar a atenção do mundo sobre os severos contratempos que estamos experimentando na democracia brasileira e no estado de direito”, disse Marcel van Hattem (Novo-RS).

O deputado americano Chris Smith participou da entrevista e fez um resumo das violações apresentadas pelos parlamentares brasileiros em um documento entregue ao Congresso Americano. Ele citou a violação de liberdade de expressão e a perseguição a políticos e jornalistas nas mídias sociais.

“A Suprema Corte está censurando o parlamentarismo e o TSE se transformou em um tribunal de combate à desinformação. As mesmas leis não se aplicam a todas as pessoas. (…) Sem contar as pessoas que foram presas sem o julgamento adequado no 8 de janeiro, suspendendo pessoas do cargo eletivo e cassando pessoas por opinião diferente”, disse Smith.

 

 

Fonte: Gazeta do Povo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui