Eleições 2010 – Distrito Federal – PAULO FONA: “PARCIAL E TENDENCIOSA; PARECE QUE ELE ( RENATO BRIL) TORCE PELA OUTRA CANDIDATURA”

4
2

“Parcial e tendenciosa. Parece que ele torce pela outra candidatura”. Foi assim que o porta-voz do candidato Joaquim Roriz, Paulo Fona, classificou a liminar do Procurador Regional Eleitoral, Renato Bril de Goes, aceita pelo TRE-DF, para retirar do programa eleitoral da Coligação Esperança Renovada  uma declaração pública do ministro Cezar Peluso, presidente do Supremo Tribunal Federal. Nesta declaração, Peluso diz que a decisão do ministro Ayres Britto, também do STF,  de não acatar reclamação de Roriz contra o TRE-DF não representava o pensamento do STF. Roriz havia argumentado que a decisão do TRE-DF não tinha respeitado o preceitos constitucional da não retroatividade de uma nova lei.
Para o Procurador Brill, o programa de Roriz deu a falsa impressão de que o presidente do Supremo estaria encampando a posição defendida pela coligação Esperança Renovada. No entanto, os advovados da coligação sustentam que o programa apenas reproduz declaração pública do presidente do Supremo, amplamente divulgada por toda a mídia brasileira. Ao mesmo tempo, estranham que o procurador não tenha calado diante da propaganda eleitoral do PT que vem sistematicamente anunciando que Roriz é “ficha suja” e que não pode concorrer, embora a questão ainda não tenha sido decidida pelo Supremo, onde está sendo examinada. O PT divulga nos seus programas eleitorais publicidade falsa, induzindo as pessoas a acharem que é um comunicado oficial tanto do TRE-DF quanto do próprio Supremo, numa evidente e propositada intenção de enganar os eleitores. “Por que o procurador Brill não age com o mesmo desvelo?” indaga Fona.

Neste domingo os advogados de Roriz vão recorrer ao TRE-DF, alegando que a propaganda não está irregular e nem distorce o conteúdo do que declarou o presidente do STF, solicitando a anulação da liminar.

http://www.joaquimroriz.com.br/noticias/ultimas/564-roriz-recorre-contra-liminar-

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui