PAULO OCTÁVIO DEIXA O DEM

0
4

O deputado Rodrigo Maia (RJ), presidente do DEM, acaba de receber a carta de desfiliação ao partido do governador interino do Distrito Federal, Paulo Octávio.

A carta é simples: “Venho por meio deste instrumento comunicar minha desfiliação do DEM”.

Os demais filiados ao DEM que ocupam cargos no governo do Distrito Federal têm até amanhã para largar os cargos – ou o partido.

Paulo Octávio seria expulso do partido, possivelmente amanhã, se não tivesse pulado fora antes. Ele está envolvido até à medula no escândalo do mensalão do DEM.

Tem outra carta que Paulo Octávio guarda, mas que pode apresentar de um momento para o outro: a de renúncia ao cargo de vice-governador no exercício da função desde que o titular, José Roberto Arruda, foi preso pela Polícia Federal.

Faz 12 dias que Arruda está preso. Nesta quinta-feira, o Supremo Tribunal Federal negará o habeas corpus pedido pela defesa dele.

Brasília celebrará 50 anos de fundação no próximo dia 21 de abril. E Arruda dias de cadeia, caso não tenha sido solto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui