Paulo Octávio é homenageado em jantar da ABIH-DF

O empresário Paulo Octávio, dono da Plaza Brasília Hotéis, foi um dos homenageados na festa que marcou a apresentação do balanço anual da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis no Distrito Federal (ABIH-DF). O jantar em comemoração aos bons resultados obtidos pelo setor em 2023 foi realizado no salão Atos Bulcão do Brasília Palace Hotel. Além de Paulo Octávio, também receberam homenagens o presidente da ABIH Nacional, Manoel Cardoso Linhares, o deputado distrital Roosevelt Vilella e o secretário de Turismo do DF, Cristiano Araújo.

Paulo Octávio, dono da Plaza Brasília Hotéis, agradeceu à vice-governadora Celina Leão, que representava o governador Ibaneis Rocha, pelo trabalho do GDF “em defesa do turismo”. E destacou que o setor ainda tem muito a fazer. “Juntos, podemos fazer a diferença. Estamos em uma casa especial, já que este hotel foi inaugurado antes da cidade, em 1958. Temos de fazer do turismo um grande gerador de postos de trabalho. Cada quarto de hotel são oito empregos gerados. Por isso, somos importantes. Minha palavra é de entusiasmo e esperança”, afirmou.

Outro homenageado da noite, o secretário de Turismo do DF, Cristiano Araújo, disse que tem ouvido o trade turístico. “Vocês se uniram e tenho ouvido o que me ensinaram e colocado em prática. A transformação do turismo no DF começou cinco anos atrás. A hotelaria cresceu demais em termos de arrecadação de ISS – só este ano, 30%. Brasília está estruturada, com espaços como o Centro Internacional de Convenções do Brasil (CICB) e o Ulysses Guimarães. Foi um ano de vitórias e vejo com otimismo o ano que vem, pois temos de traçar metas ousadas”, disse. “É compromisso nosso fazer a melhor Abav de todos os tempos”, completou citando a realização da Abav Expo 2024, em setembro, na Arena BRB.

De acordo com Henrique Severian, presidente da ABIH-DF, o crescimento da hotelaria no DF tem a efetiva participação do GDF. “Nada seria possível sem o governador Ibaneis Rocha, que incentivou os grandes eventos. O turismo é econômico e, se não há investimento, não há retorno”, destacou. Ele também comentou a recuperação dos números econômicos do segmento, que teve uma taxa de ocupação de 59,43% em 2019, um ano considerado bom, e que alcançou os 65,71%, até novembro, neste ano. Isso fez com que a diária média no DF saltasse de R$ 297,14 para R$ 460,65 no mesmo período.

Severian classificou como vitais para o segmento medidas como a redução da alíquota de ISS, no DF, de 5% para 3%; a suspensão das parcelas do Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste (FCO) durante a pandemia; a inclusão da hotelaria do Programa Emergencial de Retomada do Setor de Eventos (Perse); e o regime de desconto no bojo da Reforma Tributária, que deixa a carga da hotelaria em 15%.

Por fim, ele enfatizou o papel do empresário Paulo Octávio na criação da Frente Parlamentar da Hotelaria, formada em outubro, que vai trabalhar na sonhada Lei Geral do Turismo. A isso, destacou, deve ser acrescentada a Abav Expo 2024, a assinatura do protocolo de intenções entre o Ministério do Turismo e a Secretaria de Turismo do DF, para o incentivo ao turismo cívico, e o Projeto Conexão Brasília, que permite que mais pessoas conheçam a capital do Brasil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui