PCDF prende suspeitos de hackear sistema do Detran e vender carros furtados

0
16

Policiais da Corpatri cumpriram três mandados de prisão e quatro de busca e apreensão em Samambaia e Águas Lindas de Goiás, no Entorno do DF

ANDRÉ BORGES/ESPECIAL PARA O METRÓPOLES

ATUALIZADO 02/06/2020 7:43

APolícia Civil do Distrito Federal (PCDF), por meio da Coordenação de Repressão a Crimes Patrimoniais (Corpatri), deflagrou, nesta terça-feira (02/06), a Operação Xeque-Mate II para cumprir três mandados de prisão e quatro de busca e apreensão em Samambaia e Águas Lindas de Goiás, no Entorno do DF.

A ação teve o objetivo de desarticular uma organização criminosa envolvida em um complexo esquema de furto de veículos, baixa de restrições e revenda a terceiros.

A investigação identificou pelos menos quatro veículos furtados e revendidos nesse sistema. Dois foram recuperados e restituídos aos verdadeiros proprietários. Os compradores tiveram que arcar com o prejuízo.

Dois integrantes do mesmo esquema haviam sido presos na Operação Xeque-Mate I, em 8 de abril.

As investigações apontaram que os criminosos conseguiram hackear o sistema informatizado do Departamento de Trânsito do DF (Detran-DF) e, com isso, habilitar senhas inativas de servidores. Ainda segundo a PCDF, a ousadia dos bandidos era tanta que chegaram a usar senhas vinculadas a policiais para efetivar as baixas clandestinas das restrições.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui