Penitenciária Feminina recebe estreia nacional de “Quase Samba”

0
17

filmequasesamba

Segunda edição do Projeto Asas terá cineclube com a exibição de filme inédito

Nesta terça-feira (09/06), a partir das 13h, a Penitenciária Feminina do Distrito Federal (PFDF) receberá um cineclube com a exibição do filme inédito “Quase Samba”. Ricardo Targino, diretor do longa, participará de um debate após a apresentação. As atividades compõem a segunda edição do Projeto Asas, realizado pela Secretaria de Cultura em parceria com a Secretaria de Justiça e Cidadania.

O filme conta a história do último mês de gravidez de Tereza (Mariene de Castro), uma cantora de rádio dividida entre dois homens que acreditam ser o pai da criança: um hacker (João Baldessarini) e um miliciano (Otto). Ao particular duelo entre os dois pretendentes, soma-se Shirley (Cadu Fávero), um crossdresser com quem Tereza mora e já cria seu primeiro filho.

Nas relações entre as personagens, aparecem questões sociais relevantes como núcleos de afeto longe do convencional, a violência contra a mulher, o machismo arraigado na sociedade, a violência nas cidades, a luta cotidiana pela vida. O filme está sendo distribuído de forma alternativa: chega aos cinemas brasileiros apenas no dia 11 de junho, e, paralelamente, será exibido em circuito social e popular.

O segundo filme, “Cores e Botas”, apresenta a história de Joana, uma menina negra que sonhava em ser paquita, assim como a maioria das meninas da década de 1980, gerando um debate a respeito de questões raciais. A Subsecretária de Cidadania e Diversidade Cultural da Secretaria de Cultura, Jaqueline Fernandes, lembra que a proposta do projeto Asas é despertar talentos.

“A primeira edição superou as expectativas. A partir de um sarau musicado foi possível conhecer diversos talentos de mulheres que vivem na penitenciária e são compositoras, musicistas, desenhistas etc. Muitas deram depoimentos de saírem da atividade fortalecidas e encorajadas a seguir alimentando suas potencialidades artísticas. Além disso, textos e músicas trouxeram diversos debates relevantes. Estamos muito entusiasmadas com a possibilidade do projeto Asas virar um programa cultural de referência no sistema prisional do Distrito Federal”, explica a Subsecretária.

Sinopse Quase Samba (85 min)

O tema central do filme é a ressocialização e estímulo a que as pessoas não estejam no crime. Na Baixada Fluminense, no Rio de Janeiro, mora Teresa, uma cantora de samba sem sucesso. Em seu último mês de gravidez, três homens disputam seu coração e o destino do bebê. O amor toma a forma de conflito em uma fábula sobre a família contemporânea. No elenco, estão Mariene de Castro, Otto, Leandro Firmino, João Baldasserini e Cadu Fávero.
Trailer: https://www.youtube.com/watch?v=MZ5U-iWelm0

Sinopse Cores e Botas (9 minutos)

O curta “Cores e Botas” apresenta a história de Joana, uma menina na década de 1980 que sonhava em ser paquita. Junto com uma amiga, vai fazer o teste para, quem sabe, ter a chance de estar no palco do programa. Naquela época, Joana seria só mais uma das meninas que compartilhava deste mesmo sonho. Qual seria a questão tratada aqui? Bom, Joana é uma menina negra e, então, este sonho passa a não ser um simples desejo, mas sim o mote para várias reflexões.
Filme completo: https://www.youtube.com/watch?v=Ll8EYEygU0o

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui