PF PROCURA R$ 400 MIL EM CÉDULAS MARCADAS

0
9

A Operação Caixa de Pandora da Policia Federal foi deflagrada depois que Durval Barbosa, já colaborando com a Justiça, gravou políticos e autoridades recebendo dele propinas no valor R$ 400 mil, por suposta determinação do governador José Roberto Arruda. As gravações começaram em 21 de outubro último e todo o dinheiro, marcado pela PF, foi objeto dos mandados de busca e apreensão de sexta-feira (27). O Instituto de Criminalística da PF examina os R$ 700 mil apreendidos. Quem foi encontrado com dinheiro marcado corre o risco de ir em cana.

Fonte: coluna do jornalista Cláudio Humberto

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui