PÍLULAS…

0
2

Alguns políticos estão muito preocupados, ao ponto de quase faltar Lexotan nas farmácias do DF. Outros, estão ficando literalmente loucos. Decidem ser candidatos ao Senado, ao Governo e por aí vai, achando que bastam 3 minutos na TV e a população dará o voto graciosamente. Mero engano. Antes de 4 minutos, tais políticos terão de dar muitas explicações sobre patrimônio, negociatas, etc.

Há outros políticos que ficaram ricos às custas do dinheiro público. É uma vergonha assistí-los pela TV quando falam de “moralidade” e “ética”. Dá nojo! Como é que se fica rico com salário de parlamentar?

Havia no governo do DEM, um fabuloso esquema de corrupção que envolvia o legislativo, o primeiro escalão, integrantes do MP e até do TJDFT.

Enquanto a crise derrubava políticos até então tidos como imbatíveis para as próximas eleições, outros se calaram. Homens e mulheres que frequentavam a telinha para falar com a boca cheia dos “méritos” de Arruda se calaram e outros até se esconderam.

É preciso refrescar a memória do povo. É preciso relatar os fatos de maneira direta e precisa. O DF tem a oportunidade de mudar sua história, seu destino através do voto.

Basta de fingimentos, tapinhas nas costas, falso companheirismo, etc. É preciso amadurecer ideias e levantar ideais.

O que aconteceu com aqueles presidentes de partido que teriam recebido, segundo Durval Barbosa, dinheiro para apoiar a candidatura de Arruda em 2006? Simplesmente nada. Continuam presidindo seus partidos como se nada devessem.

A nossa Câmara Legislativa é literalmente uma gigantesca Caixa de Pandora , horrenda e que tenta mostrar para a população  que é ética e eficiente. Quanta utopia! quantos deputados tiveram seus processos de quebra de decoro engavetados nos últimos anos? só se pune quem eles querem. Foi assim no passado e continua no presente.

Enquanto isso, o Tribunal de Contas do DF tem desempenhado função exemplar, ao denunciar fatos, suspender e até cancelar contratos com suspeitas de fraudes, fazer auditorias complexas entre outras atitudes. E você não encontra deputados que apoiem iniciativas do TCDF. Muitos parlamentares ignoram o trabalho do Tribunal e do Ministério Público de Contas do TCDF.

O legislativo local deveria sofrer uma profunda investigação, principalmente nos contratos de publicidade. Quem não se lembra de quando o então deputado Pedro Passos (PMDB) encomendou uma auditoria e descobriu mais de 200 irregularidades na publicidade da Câmara Legislativa do DF? E o que aconteceu com ele? Sofreu retaliações de seus próprios colegas e acabou por renunciar ao mandato para não ser cassado. E ninguém mais falou no assunto.

Nos últimos meses, a publicidade da CLDF tem aparecido em muitos veículos ‘estranhos’. É preciso averiguar quem comanda a publicidade e quem são os verdadeiros padrinhos políticos  dos responsáveis por gastos tão generosos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui