PLANO URBANÍSTICO – Rollemberg veta projeto de Liliane que proibiria construções na 901 Norte

0
10

liliane
Após travar uma verdadeira guerra contra o governo de Agnelo Queiroz (PT) para proibir alterações no projeto urbanístico de Lúcio Costa, a vice-presidente da Câmara Legislativa, Liliane Roriz (PRTB), integrante da base governista, foi surpreendida nesta terça-feira (24) com a notícia de que o governador Rodrigo Rollemberg (PSB) havia vetado projeto de autoria da parlamentar que coíbe modificações no potencial construtivo da quadra 901 Norte, um dos pontos mais discutidos na polêmica versão do Plano de Preservação do Conjunto Urbanístico de Brasília (PPCUB), que é de de autoria do governo petista.

Na justificativa de veto, Rollemberg afirma que a iniciativa de legislar sobre ordenamento territorial cabe exclusivamente ao Executivo. Em contrapartida, a parlamentar afirma que não pretende fazer queda de braço com o Buriti. Afirma apenas que, assim como ela, vários outros defensores do tombamento de Brasília esperam que o governador demonstre com atitudes claras de que não haverá riscos para que o projeto original de Lúcio Costa seja agredido, como ocorreu na mesma projeção localizada na Asa Sul.

A distrital disse estranhar o posicionamento do governo, uma vez que o projeto foi aprovado por unanimidade em todas as comissões da Casa. “O que pretendo é apenas ratificar o que já prevê o tombamento de Brasília. Enquanto esperamos um pronunciamento oficial do Buriti, que deixe claro a postura do novo governo, vou lutar dentro da Câmara Legislativa para que esse veto seja derrubado e os distritais promulguem essa importante iniciativa”, adiantou.

O veto foi comunicado a Câmara Legislativa e deve entrar na pauta de votações das próximas sessões. Ainda não há previsão para que os distritais decidam se manterão ou não o veto dado pelo governador Rollemberg.

 

 

Fonte: Donny Silva

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui