PMDB CONTINUA EM SILÊNCIO NO DF

0
0

Do que antes eram flores, só restaram os espinhos, aliás, muitos espinhos. O presidente regional do PMDB, que era o queridinho do governador José Roberto Arruda, ficou num beco sem saída, ao menos por enquanto. Seu partido tem um pedaço do governo do DF, e cinco partidos já deixaram a base de apoio de Arruda. Filippelli está quieto e com problemas inclusive dentro de seu partido: A deputada Eurides Brito e os deputados Rôney Nemer e Benício Tavares, também estão envolvidos no escândalo da corrupção no governo do DEM e estão bem encrencados. Mas a grande preocupação de Filippelli é outra.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui