PMDB mais perto do desembarque

1
18

 

Está cada vez mais próxima a ruptura entre o PMDB e o Buriti. Na Câmara Legislativa, o afastamento entre eles traduzia-se em um bloqueio da pauta. Sabidos, tanto os distritais oposicionistas quanto os descontentes da bancada governista —  amplo espectro político que inclui até um petista, Patrício — turbinaram o boicote. Desde meados do mês passado a Câmara não vota coisa alguma. Agora, porém, o distanciamento se tornou oficial. Já existe quem dê como iminente um desembarque.

 

 

Liderança própria — e oposicionista

 

O PMDB comunicou à Mesa Diretora, oficialmente, que deixa o chamado blocão, de fundo governista. Seu líder será o deputado Wellington Luiz (foto). Bem ele, que cultiva uma longa lista de descontentamentos com o governo, desde que se solidarizou com a greve dos colegas policiais civis e foi afastado da Secretaria de Condomínios. Tem um significado importante. Wellington Luiz passa a ter assento no colégio de líderes, responsável por definir a agenda de votações e até pela distribuição de cargos.

 

 

Fonte: Eduardo Brito/Do Alto da Torre/Jornal de Brasília

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui