PMDB PODE LANÇAR CANDIDATO AO GDF

0
13

As tensões são muitas dentro do PMDB/DF. Seu presidente, o deputado federal Tadeu Filippelli, tem sido bastante pressionado para tomar medidas relacionadas aos três membros do partido envolvidos na denúncia de corrupção feita pelo ex-presidente da Codeplan, Durval Barbosa. Os deputados Rôney Nemer, Benício Tavares e Eurides Brito, são investigados por suposta participação em esquema de corrupção. Os deputados nada dizem, apenas aguardam a poeira baixar. Para Filippelli entretanto, a situação não é nada cômoda, inclusive sob o aspecto político. Já sua decisão de quase expulsar do partido o ex-governador Joaquim Roriz, no ano passado, hoje é vista por alguns membros do atual diretório do PMDB, como uma decisão altamente equivocada. E Filippelli tem dito que o partido terá candidato próprio ao GDF nas eleições de outubro.  E fica a pergunta: Qual seria o discurso de Filippelli? Afinal, deixou Roriz na ‘mão’, correu para apoiar o DEM e acabou ficando no meio do caminho. Nos bastidores da política local, muitos apostam que ele quer mesmo é ser vice de alguém que tenha realmente chances de ganhar. Aí é fácil. Só falta combinar com o povo, o outro partido e com a esposa do dono do partido. Mas seria bom o PMDB entrar na disputa. A coisa está muito polarizada. O deputado Alberto Fraga (DEM) também deseja concorrer ao GDF, mas seu partido está dividido. Rodrigo Rollemberg (PSB) se mostra agora disposto a entrar no jogo da sucessão de Arruda.Há o Toninho do PSOL e ainda tem o Gim (PTB) e o candidato do PT, Agnelo Queiroz. Esta eleição promete grandes emoções.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui