Polícia apreende 29 menores durante Operação Ícaro

0
4

Jovens tinham passagens por atos infracionais análogos a crimes como homicídio e tráfico de entorpecentes

 

A Polícia Civil do Distrito Federal realizou, às 6h desta sexta-feira (10), uma operação de mandado de busca e apreensão, que resultou na apreensão de 29 adolescentes infratores de alta periculosidade que respondem por atos infracionais análogos a crimes como homicídios, tráfico de drogas, roubo e porte de arma de fogo.

 

“Aproximadamente 30% dos delitos registrados nas delegacias têm o envolvimento de adolescentes. As operações vão continuar. Cada mandato cumprido representa decréscimo na criminalidade do DF”, destacou o diretor em exercício da Delegacia de Polícia Especializada (DPE), Rodrigo Bonach, durante entrevista coletiva.

 

Segundo o delegado, 110 policias civis participaram da ação, que cumpriu 30 mandados em 10 cidades, entre elas, Planaltina, Gama, São Sebastião, Sobradinho, Estrutural, Ceilândia, Recanto das Emas, Taguatinga, Samambaia e Brazândia.

 

 

CIDADE JOVENS APREENDIDOS
Planaltina 6
Gama 1
São Sebastião 3
Sobradinho 2
Estrutural 3
Ceilândia 5
Recanto das Emas 3
Taguatinga 4
Samambaia 1
Brazlândia 1

Os adolescentes estão sujeitos, até os 21 anos, a penalidades do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), que incluem internação por até três anos e cumprimento de outras medidas socioeducativas.

 

“Cumprimos 30 dos 100 mandatos iniciais, número considerado excelente pela experiência que temos com os menores, que mudam de endereço com muita frequência, dificultando o trabalho”, enfatizou Bonach, ao informar que um dos infratores foi pego em flagrante por delito análogo ao tráfico de drogas, e uma arma de fogo foi recolhida.

 

De acordo com o delegado da Criança e do Adolescente II (DCA II), Amado Pereira, alguns dos adolescentes já haviam sido apreendidos por até cinco vezes. “A maioria não apresenta sentimento de arrependimento”, complementou.

 

A delegada em exercício da Criança e Adolescente I (DCA – I), Viviane Bonato, avaliou que os jovens atualmente tendem a não se submeter a outras pessoas. “Hoje, muitas vezes, eles lideram quadrilhas compostas por adultos”, esclareceu.

 

BALANÇO – Em 2013, aproximadamente 9 mil menores de idade foram apreendidos, sendo 1.393 por meio de mandados de busca e apreensão. O número de mandados representa um aumento de 76% em relação a 2012, quando foram cumpridas 790 ações desse tipo.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui