POLÍCIA PRENDE SUSPEITO DE MATAR AUDITOR DO TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO

0
60

Do  Correio Braziliense/Ana Cláudia Felizola 

A polícia prendeu, na tarde de domingo (16/1), Moisés Nogueira Silva, 29 anos, suspeito de assassinar com quatro tiros o auditor do Tribunal de Contas da União (TCU) Omir José Pereira Lavinas, 48 anos, no dia 9 de janeiro. Foragido desde o data do crime, Moisés foi encontrado em uma festa chamada “Tsunami”, em um galpão coberto da administração do Paranoá, por volta das 17h.

Segundo os agentes, ele conversava com amigos na porta do local e não reagiu ao ser preso. Moisés não estava armado e os policiais encontraram com ele R$ 250. A 2ª Delegacia de Polícia (Asa Norte) – que investiga o assassinato – já havia localizado dois envolvidos: Cristiano Barros da Silva, 31 anos, e um adolescente de 16 anos — ambos moradores de Ceilândia. Eles tiveram os mandados de prisão decretados e Cristiano, inclusive, colaborou com as autoridades, fornecendo detalhes da execução. O menor foi encaminhado para a Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA).

 O auditor era separado da mulher e tinha dois filhos, de 18 e 20 anos. Omir morava sozinho em um apartamento no Centro de Atividades do Lago Norte. Ele foi visto pela última vez no Beirute da 107 Norte, acompanhado de familiares. Segundo informações da delegacia, no dia do crime, a vítima encontrou Moisés na 306 Norte, depois de sair do Beirute. Eles sairam do local para beber e ao longo da madrugada, um grupo se reuniu, passou em vários lugares e sacou dinheiro. Omir teria feito dois saques de R$ 200, um às 22h, no último dia 8, e outro às 6h do dia 9.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui