Polícia procura Carlos Jales e Carlos Sidney

4
14

Administradores de Taguatinga e Águas Claras são procurados pela polícia

 

O grupo teria violado normas urbanísticas e ambientais em construções. De acordo com a polícia, também foi constada a concessão irregular de alvará

Kelly Almeida

A Delegacia de Repressão ao Crime Organizado (Deco) em conjunto com o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT), deflagraram, na manhã desta quinta-feira (7/11), a Operação Átrio, que tem como objetivo prender os administradores Carlos Alberto Jales, de Taguatinga e Carlos Sidney de Oliveira, de Águas Claras. O ex-vice governador do DF, Paulo Octavio Alves Pereira e outras dez pessoas também devem ser conduzidos à delegacia. 

Segundo as investigações, o grupo violou normas urbanísticas e ambientais em construções realizadas em Águas Claras e Taguatinga, também foi constada a concessão irregular de alvará. Os mandados de prisão, busca e apreensão são cumpridos em 13 endereços, entre eles, Hotéis Manhatan, kubitschek e Administrações Regionais de Taguatinga e Águas Claras.
Fonte: Correio Braziliense

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui