Policiais civis do DF decidem por paralisação de 24 horas e avanço da PCDF Legal

0
11

 

 

Atendendo a convocação do Sindicato dos Policiais Civis do Distrito Federal (Sinpol-DF), a categoria se reuniu na tarde desta sexta-feira (23) em Assembleia Geral Extraordinária, no Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG). Após o Governo do Distrito Federal (GDF) cancelar o processo de negociações salariais, os policiais civis deliberaram diversas ações.

São elas:

– Manter a operação PCDF legal, incluindo não realizar relatórios de inteligência, relatórios de operações de inteligência e relatórios informativos, por falta de previsão legal;

– Paralisação de todas as atividades da PCDF por 24 horas na próxima semana, com data a definir;

– Comunicar aos delegados toda a situação que envolve apresentação de suspeitos nas delegacias;

– Acompanhar a agenda do governador com o “Enrollemberg”, o boneco inflável com características do Pinóquio;

– Colocar versões menores do boneco “Enrolemberg” nas ruas do DF;

– Cobrar da diretoria-geral da PCDF a publicação do relatório do grupo de trabalho de atualização das atribuições e o concurso de remoção;

– Visitas às delegacias para acompanhar as condições de trabalho dos policiais civis durante a PCDF Legal;

– Denunciar na Câmara Legislativa do DF os desvios de funções da PCDF;

– Reuniões com bancada federal do DF, MPOG e representantes da Presidência da República, com datas a definir;

– Ajuizamento do recurso da decisão que indeferiu a liminar das exonerações dos cargos de chefias da PCDF;

– Participar da ação civil pública contra o GDF, junto com a Associação Comercial do DF, por omissão na Segurança Pública;

– Pedir a aceleração do julgamento das ações que tramitam no TCDF e TCU sobre o desvio do Fundo Constitucional;

– Questionar o uso do Fundo do Iprev e do Fundo Constitucional para o pagamento de aposentados.

 

Outras ações não previstas podem ser acrescentadas às demais.

 

ASSESSORIA DE IMPRENSA – SINPOL-DF

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui