Policiais civis do DF rejeitam proposta do GDF e seguem mobilizados

0
17

 

Na tarde desta sexta-feira (16), os policiais civis do DF se reuniram em Assembleia Geral Extraordinária, na Praça do Buriti, convocada pelo Sindicato dos Policiais Civis do Distrito Federal (Sinpol-DF).

 

Logo no início, a categoria rejeitou, por unanimidade, a proposta oferecida pelo Governo do Distrito Federal (GDF) em uma audiência ocorrida nesta tarde com o Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) e o Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT).

 

O GDF propôs um aumento de 7,5% em outubro de 2017; 8% em 2018; 8,5% em 2019 e 8,5% 2020 mais 8,5%. A proposta de 32,5% em quatro parcelas não agradou os policiais civis, porque quebra a isonomia com a Polícia Federal em índices e datas e foi vista como um recuo nas negociações do Distrito Federal, uma vez que o impacto financeiro aos cofres do GDF seria menor do que a proposta inicial.

 

Além da rejeição à proposta, os policiais civis decidiram manter a operação PCDF Legal e fazer um novo ato na terça-feira (20), às 14h, colocando caixões e cruzes em delegacias do DF, o que irá simbolizar a morte da segurança pública.

 

Na quinta-feira (22), às 10h, uma audiência pública acontecerá na Câmara Legislativa do DF (CLDF) sobre o Fundo Constitucional. Na ocasião, o Sinpol-DF denunciará aos deputados e à população um corte de quase R$ 500 milhões na folha de pagamento da PCDF em 2017, promovido pelo GDF.

 

Provocado pelo MPDFT, o GDF ficou de agendar nova reunião com o sindicato até quarta-feira (21) a fim de que o índice de recomposição seja aplicado no prazo de três anos. Em seguida será convocada nova assembleia para deliberação.

rollembergmentiroso

 

 

 

 

ENROLLEMBERG – Um boneco inflável com 10 metros de altura foi exposto na Praça do Buriti durante a assembleia dos policiais civis. O boneco é uma sátira ao governador do DF, Rodrigo Rollemberg, que prometeu em campanha política manter a isonomia entre a PCDF e a PDF e, agora, ameaça não cumprir a promessa. O “Enrollemberg”, como foi batizado, possui nariz avantajado, em menção ao Pinóquio, e se veste com as roupas do personagem. “Enrollemberg” deve acompanhar os atos e manifestação da categoria agora em diante.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui