Policiais civis entregam 857 pedidos de exoneração ao governo do DF

0
7

Dos 216 delegados em posto de chefia, 203 entregaram cargos ao governo

DO G1 DF/FOTO: VIANEY BENTES/TV GLOBO

 

A Polícia Civil informou que 857 pedidos de exoneração de cargos de chefia da corporação foram encaminhados à Casa Civil nesta terça-feira e mais 18 serão encaminhados nesta quarta (24). Dos 216 delegados em cargo de chefia, 203 (94% do total) deixaram a função, mas nenhuma exoneração foi publicada no Diário Oficial. …

 

A entrega dos cargos foi aprovada pelos policiais civis como forma de protesto contra a falta de reajuste para a categoria, Os policiais civis reivindicam paridade salarial com a Polícia Federal. O GDF disse não ter como dar o reajuste, que custaria R$ 450 milhões por ano, devido à crise econômica pela qual passa.

 

Entre os delegados que pediram formalmente exoneração, estão os chefes da Delegacia de Repressão ao Crimes Contra a Administração Pública (Decap) e Delegacia de Repressão ao Crime Organizado (Deco). Eles colocaram os cargos à disposição após operação de busca e apreensão na Câmara Legislativa nsta terça-feira, segundo o diretor do Sindicato dos Delegados (Sindepol), Rafael Sampaio.

 

Sampaio afirmou que apenas o corregedor, o assessor jurídico, o diretor-adjunto e o diretor-geral da Polícia Civil não podem abrir mão dos cargos. Todos os outros departamentos da polícia, porém, estão sem chefia.

 

Ele disse ainda que todas investigações comandadas pela polícia vão ser afetadas, entre elas a que apura o escândalo de corrupção na Câmara Legislativa do DF.

“Infelizmente, nós vamos atuar de forma limitada, precária com base no bom-senso dos colegas, com base em orientação que damos em caso de crimes graves contra a vida, vulneráveis e estupro. Não vamos dar o encaminhamento para outros casos, que deve ser dado por uma chefia”, disse. “Hoje nosso quadro de policiais civis é menor que o de 1993.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui