POR ONDE ANDA O DIRETOR DO DETRAN?

0
7

Nos anos em que Joaquim Roriz era governador do DF, o Coronel Cesar Caldas era seu ajudante de ordens e de confiança 24 horas. Posteriormente, Caldas abandonou o ex-governador, e se aliou à Arruda, que em troca, deu-lhe a direção do DETRAN, que desde o início deste governo, não consegue deslanchar. À frente do órgão, às segundas-feiras é comum ver a sala de espera do gabinete do diretor lotada de pessoas ( até mesmo autoridades) desejosas de falar com o homem, que só aparece ao final do dia, por volta das 19 horas para despachar com assessores até às 23 horas, irritando secretárias e demais funcionários. Além de chegar muito tarde para trabalhar, não tem experiência administrativa nem política, não possui ideias próprias, nem projetos (nem tampouco sabe cobrar da equipe por pura falta de experiência), e não gosta de conversar com quem o procura. Enquanto isso, a população sofre com o péssimo serviço oferecido pelo DETRAN, que prefere manter o foco nas multas de trânsito. Alguém precisa avisar o governador Arruda que tem muito cacique pra pouco índio no DETRAN e o cacique chefe é muito fraco. Basta perguntar aos funcionários e à população. Dá a impressão que César Caldas só está ali pra receber o salário. Nem entrevistas o homem quer dar. Muito menos explicações sobre a péssima gestão! Mas que precisa chegar primeiro e sair por último, precisa… e muito!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui