PRESIDENTE DA CODEPLAN APRESENTA DADOS DE PESQUISA FEITA EM CEILÂNDIA

0
7

Mais de um terço (36,4%) da população de Ceilândia não conseguiu concluir o ensino fundamental, 37,2% das famílias ganham até dois salários mínimos e apenas 12,1% ocupam cargos no serviço público.

Esta realidade foi apresentada hoje pelo presidente da Codeplan, Miguel Lucena, ao comentar dados da segunda Pesquisa por Amostra de Domicílios divulgada pela empresa em menos de um mês de gestão da nova diretoria. Segundo ele, o baixo índice de escolaridade reflete na pequena ocupação dos cargos públicos. Em consequência, a renda das famílias definha, já que 33,3% dos ceilandenses trabalham no comércio da cidade, no qual os salários são bem inferiores aos do serviço público.

 Lucena chamou a atenção para outro dado revelado pela pesquisa: o índice de mulheres que chefiam domicílios subiu de 24,1% em 2004 para 34,2% em 2010. “As causas desse fenômeno deverão ser fruto de outra pesquisa, mas há indícios de que as separações, o aumento do número de mães solteiras e as mortes violentas, que atingem principalmente os homens, tenham provocado essa elevação”, observou o presidente da Codeplan.

 Nesta nova fase, a Codeplan se concentrará em pesquisas e planejamento, retomando sua vocação de produtora de conhecimento para auxiliar o Governo do Distrito Federal na definição de políticas públicas que atendam ao interesse da sociedade, destacou Miguel Lucena. Até o final do ano, segundo ele, serão concluídas as pesquisas nas 30 regiões administrativas do DF.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui