Primeira entrega de cestas básicas do ano no HBDF pela Rede Feminina de Combate ao Câncer 

 

 

Coordenadora Verinha destaca importância da iniciativa para pacientes em tratamento oncológico em Brasília 

 

Por Pollyana Cabral

A Rede Feminina de Combate ao Câncer de Mama em Brasília, liderada por Vera Lucia Bezerra da Silva, realizou a primeira entrega do ano de cestas básicas no Hospital de Base do Distrito Federal (HBDF). A ação, parte do programa mensal de cesta básica, beneficiou 731 pacientes em tratamento oncológico em janeiro de 2024.

O programa, que conta atualmente com 668 pacientes cadastrados, requer recadastramento anual para atualização de dados. Os beneficiários são pacientes em tratamento de câncer no HBDF, com renda de até um salário mínimo. O cadastro, realizado na sala da Rede Feminina, exige a apresentação de documento pessoal e cópia da biópsia.

“Alguns pacientes não trabalham de carteira assinada e, durante o tratamento, não conseguem se manter trabalhando. Ficam sem renda, sem benefícios. A maior preocupação de uma paciente oncológica é com seus filhos, com a manutenção da casa. Por isso, a situação econômica e social fica muito vulnerável”, destaca Verinha.

A entrega das cestas básicas visa proporcionar segurança alimentar durante o tratamento. Além dos itens tradicionais, como feijão, a cesta inclui uma complementação com ovos e leite, priorizando as necessidades nutricionais dos pacientes.

A manutenção do programa é possível graças à contribuição de diversos doadores, sociedade e empresas. A Rede Feminina planeja continuar a iniciativa, mantendo sua missão de “doar amor, enxugar lágrimas e provocar sorrisos”.

“A entrega de cestas básicas é um dos momentos mais esperados por todos da Rede Feminina. É um dia especial em que recebemos muitos pacientes e acompanhantes, oferecendo conforto com lanche, café e rapidez no atendimento da fila”, destaca Verinha.

 

A coordenadora ressalta que os desafios são superados com a colaboração dos pacientes e a liderança da coordenação. A Rede Feminina possui mais de 40 projetos voltados para pacientes, incluindo confecção e doação de perucas, lanches, visitas às enfermarias, acolhimento e cartilha informativa.

“O paciente pode procurar uma de nossas salas, será acolhido e ajudado de acordo com nossas possibilidades”, conclui Verinha, enfatizando o compromisso contínuo da Rede Feminina em apoiar aqueles que enfrentam o desafio do câncer.

 

Rede Feminina de Combate ao Câncer de Mama

A Rede Feminina de Combate ao Câncer de Brasília, fundada em 1996, dedica-se a prestar assistência gratuita a pacientes oncológicos em situação de vulnerabilidade social. Atuando no Hospital de Base do Distrito Federal, a instituição expandiu suas atividades para o Ambulatório, proporcionando acolhimento, apoio emocional, esclarecimentos e integração com a equipe médica. Com uma missão voltada para o paciente oncológico e valores como credibilidade e solidariedade, a RFCC desenvolve 35 projetos em 9 programas, abrangendo desde a doação de próteses, perucas, cesta básica, projeto beija-flor, acolhimento, apoio ao leito, oficina de perucas, farmacinha, café da manhã para pacientes, lanche da tarde para acompanhantes, ombro amigo, passe livre, oficinas de artesanato, bazar, doação de lenços, remédios e kits de higiene até ações de sustentabilidade.

Sua relevância crescente na região a torna uma referência no voluntariado, promovendo a humanização do ambiente hospitalar e contribuindo para a melhoria da qualidade de vida dos pacientes.

O que doar

  • Perucas
  • Medicações
  • Material de higiene
  • Roupas, calçados, livros e brinquedos
  • Cabelos com mais de 30cm, sem química
  • Cestas básicas, alimentos não perecíveis e lanches
  • Medicações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui