Privatização da CEB: situação em Goiás preocupa distritais

4
41

Dada como certa pelo Buriti, a privatização da CEB Distribuição causa calafrios na maioria dos deputados distritais. O temor é que se repita no DF o que vem acontecendo em Goiás após a venda da CELG para a italiana ENEL.

Lá, o próprio governador Ronaldo Caiado encabeça o movimento pela cassação da atual concessionária. Os goianos ficaram, em média, 26 horas sem energia em 2018, ou seja, quase três vezes mais do que ocorreu no DF!

O temor do legislativo é que a privatização da CEB seja acompanhada pela piora do serviço, encarecimento da conta de luz e desabastecimento, com sérias consequências para o desenvolvimento local e geração de emprego.

4 COMENTÁRIOS

  1. Caso aconteça a privatização da CEB com certeza o serviço vai piorar e a tarifa vai aumentar, pois foi isso que aconteceu , não só em Goiás, mas em todos os estados que privatizaram.

  2. A população do DF deve ficar atenta e não permitir que o governador não cumpra suas promessas de campanha, o mesmo disse que iria fortalecer as empresas públicas do DF, dias depois de eleito quer “enfiar goela abaixo” no.povo aumento na conta de luz e serviços de má qualidade. A Ceb pertence ao povo e o povo não quer a Ceb privatizada.

    • Pois é , e se a população não ergue a camisa e for pra ruas gritar NÃO A PRIVATIZAÇÃO DA CEB” vai acontecer é isso,.
      Como vem acontecendo no cemitério, e olha que nem foi vendido. VIGIAMOS.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui