PROCURADORIA-GERAL DA CÂMARA ENVIA REQUERIMENTO AO STJ SOBRE DISTRITAIS CITADOS POR DURVAL

0
5

A Procuradoria-Geral da Câmara Legislativa do Distrito Federal encaminhou nesta segunda-feira (10/5) ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) requerimento para que informe se os deputados Batista das Cooperativas (PRP) e Dr. Charles (PTB) são investigados no inquérito 650/DF, da Operação Caixa de Pandora. A procuradoria questiona também se há envolvimento de algum integrante do Partido dos Trabalhadores (PT) no esquema de corrupção.

No dia 29 de abril, o delator da Operação Caixa de Pandora e ex-secretario de Relações Institucionais apontou mais dois deputados que seriam beneficiários de vantagens: Dr. Charles (PTB) e Batista das Cooperativas (PRP). E disse, sem apontar nomes, que o PT também “tem os seus pecados” na ex-administração de Arruda.

A mesa diretora da Câmara decidiu que a representação por quebra do decoro parlamentar contra Dr. Charles e Batista das Cooperativas só será apresentada após a análise da Procuradoria da Casa.

Segundo o depoimento de Durval, Dr. Charles tinha tratamento diferenciado em relação a outros deputados. Recebia entre R$ 80 mil e R$ 100 mil por mês para apoiar o governo. Batista também tinha relação especial. Além do mensalão, o distrital do PRP tinha outros interesses e era “recebedor, beneficiário de muita coisa”, segundo Durval.

Na ocasião, Durval lamentou ter apoiado Arruda, e insinuou que integrantes do PT também estariam envolvidos com os escândalos da gestão passada do governo. Leia mais no Correio Braziliense

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui