Programa Cidade Sempre Viva é lançado e começa pelo Itapoã

0
16

Três grandes projetos já foram anunciados: construção da Feira Permanente, do Terminal Rodoviário e da Unidade Básica de Saúde (UBS)

ARY FILGUEIRA, DA AGÊNCIA BRASÍLIA I EDIÇÃO: CAROLINA JARDON

Foto: Paulo H Carvalho / Agência Brasília

O Itapoã é a primeira cidade do Distrito Federal a ter pelas próximas semanas um “batalhão” de órgãos públicos que vão executar obras de pequeno e médio portes. O Cidade Sempre Viva irá trabalhar com a integração de vários órgãos.

“O governador Ibaneis Rocha determinou que o seu governo deve trabalhar de forma integrada. Então, esse programa visa isso”, frisou o coordenador do programa, Elzo Bertoldo, que é diretor de administração da Novacap.

O programa desembarcou na região nesta terça-feira (4) e já anunciou três grandes projetos: a construção da Feira Permanente, do Terminal Rodoviário e da Unidade Básica de Saúde (UBS).

As três construções serão erguidas intencionalmente no terreno à margem da Avenida Brasil. A intenção do governador  é descentralizar o comércio e os investimentos na cidade e passar a realizar obras ali.

No mês passado, Ibaneis inaugurou uma importante via de acesso à Rota do Cavalo e ao Plano Piloto. A DF-440 passa justamente perto da Avenida Brasil, onde estão situadas as quadras 202, 203, 318, 366, 378 e 379. Esses locais serão asfaltados durante a estadia do Cidade Sempre Viva.

A Novacap será uma espécie de facilitadora porque atuará juntos aos órgãos e administrações para executar serviços que estão além da alçada dela, como de iluminação pública. A companhia garante que as obras no Itapoã devem começar em breve e que o terminal rodoviário já tem licitação pronta.

A concorrência para escolher a empresa que irá construir a feira será aberta em breve. A UBS já tem projeto pronto e verba garantida. “Vamos deslocar o eixo da cidade para cá. Será a parte mais nobre da cidade”, disse o presidente da Novacap, Fernando Leite.

Além das obras de médio porte, o Cidade Sempre Viva realizará serviços de zeladoria, que são: meios-fios, roçagem e iluminação, reconstrução de parquinhos e quadras de esporte.

Na primeira visita, a força-tarefa do Governo do Distrito Federal (GDF) determinou a recuperação integral da quadra poliesportiva da Quadra 378. Foi  estipulada a recuperação da pintura do piso, alambrado, parquinho, mesinha e bancos e serviços de jardinagem. Os trabalhos começam nesta quarta-feira (5) e serão concluídos em duas semanas.

O administrador do Itapoã, Marcus Cotrim, apresentou uma lista com mais de 200 pedidos entre serviços e construções. Além das feiras, terminal e UBS, estão na esteira ciclovia, calçadas, iluminação, pintura de muro e drenagem e pavimentação de quadras. “Vamos zerar os pedidos na Ouvidoria”, afirma Cotrim.

Sobre o programa recém-lançado, Cotrim frisou que as ações são importantes para a cidade, que era carente de serviços públicos. “Quando a gente recebe essa visita, entende que o GDF é um só. Integrado. Essa atitude do governador Ibaneis Rocha em criar esse programa é extremamente importante para todas as regiões-administrativas. Isso nos faz sentir que fazemos parte de um grupo”, emendou o administrador.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui