Projeto prevê referendo sobre Horário de Verão no DF

1
12


 

Você é a favor ou contra o Distrito Federal adotar o Horário de Verão? Esta é a pergunta que o eleitor terá de responder caso os deputados distritais derrubem o veto do governador ao PL 002/2011, de autoria da deputada Eliana Pedrosa (PSD). A preposição está pronta para votação no plenário da Câmara Legislativa e ganhou força com o início do horário neste domingo (21).

 

Eliana explica que sua proposta não acaba com o Horário de Verão, até porque não é prerrogativa de um deputado distrital legislar sobre tema privativo da União. Segundo a parlamentar, o projeto prevê uma consulta popular para saber o que os moradores do DF pensam sobre o assunto. “É importante dar voz à população. Tenho escutado várias reclamações sobre este horário, principalmente de pessoas que precisam acordar de madrugada para chegar na hora ao seu trabalho”, afirmou.

 

Na semana passada, uma decisão da presidente Dilma Rousseff animou a deputada pesedista. Dilma retirou o Estado da Bahia do Horário de Verão depois que o governador Jaques Wagner (PT) levou até ela reclamações dos baianos sobre o horário. “Se para a Bahia funcionou sem refendo, imagina com um referendo realizado pela Justiça Eleitoral. A ideia é essa. Que os moradores opinem e a partir daí uma decisão seja tomada com base no resultado do referendo”, disse Eliana.

 

Além de alterar o relógio biológico das pessoas, o Horário de Verão não apresentou uma economia muito grande em 2010/2011. No período, segundo a CEB, o percentual de consumo recuou apenas 0,5%. Ou seja, 2.290 megawatt, que equivalente a 30% de todo o gasto energético da Região Administrativa de Brazlândia durante o período do Horário de Verão. Este ano, além das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, o Estado do Tocantins está incluso no Horário de Verão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui