PT-DF: POLICARPO ACUSA ROSSO DE “NÃO TER PALAVRA”

6
8

Da Folha Online: O presidente do PT do Distrito Federal, Roberto Policarpo, disse que o governador Rogério Rosso (PMDB) “não tem palavra”. Rosso quer se lançar candidato do PMDB em detrimento da aliança com o PT local.

Segundo Roberto Policarpo, a disputa de Rosso com o presidente local do partido, deputado Tadeu Filipelli, é um “problema do PMDB” que o PT não vai resolver. Filipelli quer ser vice do petista Agnelo Queiroz, numa repetição da aliança nacional de Dilma Rousseff (PT) e Michel Temer (PMDB).

“Isso é uma questão interna, um problema do PMDB e cabe a eles decidirem. Mas é lamentável, Rosso assumiu um compromisso público de não ser candidato. Assumir isso e depois romper não pega bem, não ter palavra”, disse o presidente do PT distrital.

Nesta quinta-feira, Rogério Rosso (PMDB) quebrou sua promessa de não concorrer a nenhum cargo em outubro e se registrou como candidato à reeleição. Com a inscrição da candidatura de Rosso, a decisão final será da convenção partidária que acontece no sábado.

Quando foi eleito para o mandato-tampão, com o objetivo de estancar a crise institucional no DF, Rosso havia garantido que não concorreria a nenhum cargo em 2010.

“É nosso compromisso abrir mão da disputa de qualquer cargo eletivo nas próximas eleições”, disse Rogério Rosso no discurso de posse, em frente aos deputados distritais que o elegeram.

Passados dois meses com o governo do DF nas mãos, Rogério Rosso mudou de ideia. Em carta entregue a a Tadeu Filipelli, Rosso diz que a polarização entre PT e o candidato Joaquim Roriz (PSC, ex-PMDB) não é um desejo da sociedade. Por isso, sugere uma terceira via.

“Entendo que o PMDB tem excelentes nomes que podem cumprir esta missão, inclusive o de vossa excelência. A polarização entre as tradicionais forças políticas não traduz, na minha opinião, os anseios da nossa sociedade”, escreveu Rosso.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui