PT entra com mandado de segurança contra Mesa Diretora da Câmara

0
5

A Executiva regional do PT ingressou com mandado de segurança no Tribunal de Justiça do DF e Territórios (TJDFT) contra a Mesa Diretora da Câmara Legislativa. O partido questiona a decisão do comando da Casa de sobrestar os processos de cassação dos distritais investigados na Operação Drácon: Celina Leão (PPS), Raimundo Ribeiro (PPS), Julio Cesar (PRB), Bispo Renato Andrade (PR) e Cristiano Araújo (PSD).

O presidente do PT-DF, Roberto Policarpo, acusa o presidente interino da CLDF, Juarezão (PSB), de prevaricação — faltar ao cumprimento do dever por interesse ou má-fé. “A Mesa Diretora não tem competência para sobrestar o processo de cassação. A Mesa prevaricou”, criticou Policarpo. “Agora, a presidência da Casa terá que explicar o ato à Justiça.”

Juarezão criticou o pedido do PT. “Ninguém arquivou nada. Estamos aguardando a decisão da Justiça. Vou consultar os advogados para saber como está o processo.” O deputado disse não ter informações sobre a chegada de qualquer notificação judicial à Casa referente ao mandado de segurança impetrado pelo Partido dos Trabalhadores.Na época do sobrestamento, anunciado por Juarezão em 28 de setembro, a Mesa Diretora era composta pelos suplentes Agaciel Maia (PR), Lira (PHS) e Rodrigo Delmasso (PTN), além do próprio Juarezão. Mas em 18 de outubro, os desembargadores do TJDFT autorizaram a volta dos membros afastados da Mesa. A exceção ficou por conta de Celina Leão, que segue afastada.

Fonte: Metropoles

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui