RAIMUNDO RIBEIRO: “SITUAÇÕES DIFERENTES ENTRE QUEM APARECE NOS VÍDEOS E QUEM É CITADO”

0
4

Com a prisão de Arruda, a Câmara Legislativa se sente LLS (livre, leve e solta) para adotar medidas, digamos, moralizadoras. O corregedor Raimundo Ribeiro pretende apresentar seu relatório com os pedidos de cassação do mandato dos envolvidos no escândalo revelado pela Operação Caixa de Pandora no início da próxima semana. Amanhã, ele vai discutir com os colegas de Câmara a situação de cada um dos envolvidos. “O que posso dizer é que são situações diferentes entre quem aparece nos vídeos e quem é citado. Mas não posso dizer se são situações mais graves porque aí estaria entrando no mérito”, disse. Há sim, uma movimentação interna, de bastidores, para se decidir quem será ‘sacrificado’ para limpar a imagem da Casa, desgastadíssima com o escândalo da Corrupção no GDF. O interessante é que há conversas de teor gravíssimo envolvendo o deputado Benício Tavares (PMDB) gravadas por Durval e ninguém gosta de citá-las. Talvez porque ele seja antigo na Casa e tenha muitos trunfos na manga contra outros parlamentares.  E o corregedor Raimundo Ribeiro também não está nada bem na fita. O TCDF detectou irregularidades envolvendo o parlamentar quando este era secretário de Justiça e Cidadania do GDF, em contrato superfaturado com uma entidade que cuidava de menores no Recanto das Emas. E há ainda, uma denúncia pessoal seríssima contra o corregedor.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui