REBANHO

1
8
Deu em O Globo

Rebanho de Roriz altera patrimônio

 

Roberto Maltchik

Forçado a renunciar, em 2007, à vaga no Senado para escapar da cassação, Joaquim Roriz (PSC), hoje candidato ao governo do DF, apresentou bens à Justiça Eleitoral que o tornaram R$ 3 milhões mais pobre em relação à última campanha, e ainda o transformaram num fazendeiro sem gado.

Há quatro anos, Roriz declarou 6.227 cabeças bovinas, um patrimônio estimado em R$ 2,8 milhões. À época, a soma de seus bens alcançava R$ 4,4 milhões. Anteontem, porém, o patrimônio declarado ao TSE era de R$ 1,1 milhão.

O ex-governador, que está com a campanha na rua, percebeu só ontem que algo estranho havia ocorrido. Sua riqueza, na verdade, aumentou nos últimos três anos.

Longe do plenário do Senado e dedicado a leilões agropecuários, seu rebanho ficou de fora da lista por um equivoco contábil, de acordo com sua assessoria de imprensa.

Roriz acumula, segundo a declaração corrigida, patrimônio de R$ 5,1 milhões, dos quais R$ 4 milhões são referentes ao seu rebanho de 6.717 bovinos.

Os negócios com gado respondem por três quartos da fortuna do ex-governador, que tem como principal patrimônio imobiliário uma casa no valor de R$ 600 mil. Roriz é um entre tantos políticos ameaçados pela Lei da Ficha Limpa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui