REVERENDO MOON DE OLHO NO BRASIL

1
43
A denúncia de que o pastor Manoel Ferreira teria se reunido com o Rev. Moon (fundador da Igreja da Unificação) e  teria participado de uma das reuniões de iniciação da seita, caiu como  uma bomba no meio evangélico nacional. Opiniões das mais diversas surgiram de todos os lados. Enquanto alguns se posicionaram contra a aliança, outros afirmaram que tudo não passa de uma armadilha de satanás contra os “ungidos” pastores. O fato é que as evidências são conclusivas e mais uma vez colocam as assembleias de Deus em uma situação embaraçosa e com prejuízos incalculáveis.
O Rev. Moon é conhecido por suas palestras e campanhas anti-comunismo. Uma de suas mais controvertidas declarações, entretanto, é a de que ele veio “completar” a obra iniciada por Jesus. De acordo com Moon, Jesus apareceu a ele (em visão, aos 16 anos de idade) e disse não ter conseguido completar a obra de redenção e que Moon seria o único no mundo capaz de completar a obra que Ele havia começado.
Entre outras revelações e doutrinas defendidas pelo fundador, está a ideia de que a Bíblia não é a verdade, mas um livro de textos com ensinos da verdade; afirma que como uma família se constitui de pai, mãe e filhos, assim o Pai é Deus, a mãe é o Espirito Santo; nega a deidade absoluta de Jesus e sua ressurreição gloriosa etc.
No livro “O Império Moon, os bastidores de uma seita impiedosa” (editora Globo), o jornalista francês Jean-François Boyer revela algumas das polêmicas que envolvem as organizações do Rev. Moon, como as denunciadas pelo governo francês e países latinos. Também merecem destaque as campanhas de recrutamento de jovens (hoje são em torno de 100.000 militantes em tempo integral) e a “estratégia da Aranhã” – estratégia que Moon desenvolve a nível mundial para reunir em seu projeto as elites da imprensa e da política.
Apesar das reiteradas declarações de que não conhece o Rev. Moon, três fatos pesam contra o presidente da CONAMAD:
1. O pastor Manoel Ferreira  participou da Conferência Global da Paz (fundada pelo Rev. Moon), que aconteceu em Washington, EUA, entre os dias 8 e 11 de agosto de 2008;
2. Um pouco antes, no dia 24 de abril do mesmo ano, Manoel Ferreira também se fez presente na Conferência Internacional de Liderança promovida pela Federação para a Paz Universal (UPF) no Hotel Nacional, em Brasília. Foi durante esse evento que houve a aproximação entre o Pr. Ferreira com o filho de Moon, Hyun Jin Moon.
Tamanha foi a influência exercida sobre o presidente da CONAMAD, que este declarou no plenário do Congresso Nacional em 6 de outubro de 2008: “Gostaríamos de mais uma vez exaltar o magnífico trabalho realizado pela Federação para a Paz Universal, a grande aliança global que se vem firmando em torno da construção de um mundo de paz e harmonia, fraternalmente unido em nome de Deus. A Federação para a Paz Universal é uma instituição ligada à ONU, com sede em Nova York, Estados Unidos.
 A Federação para a Paz Universal busca estabelecer laços cada vez mais consistentes entre as diversas religiões cristãs, para um dia alcançar o sonho maior da Igreja da Unificação. Por outro lado, vem trabalhando incessantemente em favor do diálogo entre todas as crenças, na certeza de que o poder e o amor de Deus transcendem denominações, culturas e credos, e devem constituir a busca primordial de todas as civilizações. É com muita alegria e fé, pois, que assistimos ao sucesso crescente das atividades da Federação, ao redor do globo”.
Ainda segundo ele:
“O objetivo [da UPF] é a construção de uma rede global de líderes, que representem a diversidade étnica e religiosa da grande família humana, tendo em vista a superação de barreiras, conflitos e preconceitos, e a consolidação de uma nova era de paz entre todos os povos”.
3. O anúncio – feito pelo filho do Rev. Moon na sede em São Paulo – de que a Association pour la défense de la famille et de I’indial (Associação pela Unificação do Cristianismo mundial) havia “fisgado” um peixe grande e que esse seria o Pr. Manoel Ferreira mostra que, de fato, o referido pastor mentiu ao afirmar que não conhece Moon. Algo precisa ser feito urgentemente para que possamos reverter essa situação calamitosa.

Johnny T. Bernardo
é apologista, escritor, colunista da revista Apologética Cristã, pesquisador, palestrante e fundador do Instituto de Pesquisas Religiosas (INPR Brasil)
E-mail: pesquisasreligiosas@gmail.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui