Roberto de Lucena convoca evangélicos para orarem por Geraldo Alckmin

0
19

A facção criminosa PCC pediu a morte do governador por conta dos projetos contra o tráfico de drogas

por Leiliane Roberta Lopes

 

Roberto de Lucena convoca evangélicos para orarem por Geraldo AlckminLucena convoca evangélicos para orarem por Geraldo Alckmin

O deputado federal Roberto de Lucena (PV-SP) está convocando os evangélicos para orarem pelo governador Geraldo Alckmin e sua família, pois de acordo com investigações da polícia a facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) deu ordem para assassiná-lo.

“A ordem da facção criminosa para matar Alckmin é uma afronta ao Estado Democrático de Direito, uma ameaça que estende aos paulistas e a todos os brasileiros. Nós estamos acompanhando essa situação”, disse o parlamentar que é evangélico.

De acordo com uma reportagem do jornal O Estado de São Paulo, interceptações telefônicas feitas pelo Grupo Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco) mostram líderes da facção planejando assassinar o governador paulista.

As gravações são de dois anos e fazem parte de um projeto do Gaeco que está sendo investigado desde 2009. A informação se tornou notícia em todo o país por conta de novas ligações desses líderes querendo a morte de Alckmin.

“O nosso dever cristão de orar pelo bem do próximo está acima das questões partidárias e ideológicas. O povo evangélico deve se unir em oração nesse para pedir que Deus projeta o governador e sua família”, declarou Lucena que é pastor da igreja O Brasil para Cristo.

No dia 10 de outubro o deputado esteve no Palácio dos Bandeirantes para falar com o governador e mostrar apoio. “Tenho certeza que posso falar em nome dos evangélicos quando digo ao governador que nós estaremos orando para que a proteção de Deus e Sua justiça prevaleçam contra ameaças tão graves, que certamente vão além do plano material”, finalizou o deputado.

 

 

 

 

Fonte: Gospel Prime

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui