Rodrigo Maia diz que “grupo na internet” quer desqualificar poderes… Ele ainda não sabe que o tal “grupo” é o Brasil sério que condena corruptos?

0
104

O presidente da Câmara dos Deputados, deputado Rodrigo Maia declarou o seguinte: “Tem um grupo na internet […] que quer generalizar problemas que existem no Parlamento, no STF, no STJ e em qualquer área, desqualificando e diminuindo a importância desses Poderes.”

Maia, que também é ‘mala’, e por isso é réu por corrupção no STF, está equivocado na declaração postada. Não há nenhuma tentativa de “desqualificar” a importância dos poderes. O que existe de fato, e Maia insiste não querer enxergar, é que ele e seus colegas do STF, Senado e STJ se acham acima da lei e por isso não aceitam ser denunciados ou investigados ou criticados, mesmo com indícios claros. E são os presidentes do STF, Câmara e Senado que têm desqualificado as instituições que presidem, com suas decisões estapafúrdias com interesses obscuros e outros claros, como a libertação de políticos presos por corrupção, além de chantagem contra o governo de Jair Bolsonaro.

E o tal “grupo na internet”, é formado por brasileiros sérios, trabalhadores que não aceitam mais a corrupção no país, nem troca de favores entre poderes, ou ajuda a companheiros corruptos. Esse grupo na internet também não tolera mais assistir às chantagens quase explícitas de ministros do STF e presidentes da Câmara e Senado contra o governo de Jair Bolsonaro.

Portanto, Maia  deveria  parar de falar bobagens e já que gosta e protege amigos corruptos, deveria estar preso há muito tempo. Se tivéssemos um STF sério, com homens que respeitassem a Constituição e o próprio Brasil e que ouvissem a voz das ruas, certamente ele não seria presidente da Câmara e nem sequer deputado. Já estaria preso por corrupção.

E o “grupo na internet” que o presidente da Câmara dos Deputados afronta, cresce cada vez mais, até vê-lo catapultado do Congresso Nacional, porque lugar de traidores da pátria é no xilindró! Pronto. Falei!

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui