Rollemberg cancela compra de comida cara encomendada por Agnelo

0
7

Lista no valor de R$ 2,4 milhões incluía sete toneladas de picanha e filé mignon, seis toneladas de salmão, bacalhau e camarão, além de 1.680 litros de azeite, que seriam consumidos na Residência Oficial de Águas Claras

Matheus Teixeira , Almiro Marcos
O governo Agnelo Queiroz (PT) pretendia comprar, com dinheiro público, R$ 2,4 milhões em alimentos de alto padrão para serem consumidos pelos ocupantes da Residência Oficial de Águas Claras. No longo pedido (são 57 páginas de produtos no termo de referência) estão, por exemplo, mais de sete toneladas de carne de 1ª qualidade (como picanha e filé mignon), 180kg de chester, 360kg de coração de galinha, mais de duas toneladas de frango e quantidade semelhante de peito de frango. Além disso, ainda havia previsão de adquirir 180kg de língua de porco, 1.680 litros de azeite, mais de 4,5 toneladas de queijos, seis toneladas de pescados (como salmão, bacalhau e camarão), entre outros. O ex-governador não foi localizado para comentar o assunto.

 

Fonte: Correio Braziliense

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui