RORIZ: “Vou dar endereço a quem não tem”‏

0
10

Estrutural – Compromisso é assumido em reunião na vila que o PT quis destruir.

Moradores da Estrutural se reuniram na manhã deste domingo para receber o candidato a governador Joaquim Roriz (PSC 20), o vice Jofran Frejat (PR) e a candidata ao Senado, Maria de Lourdes Abadia (PSDB 456). Na conversa com os moradores, Roriz lembrou que pela primeira vez que foi governador existiam 65 favelas no Distrito Federal, das quais apenas uma ele não removeu. “Só deixei a Estrutural porque aqui muitas famílias sobreviviam da cata de lixo para se manter”, declarou.

No governo petista de Cristovam Buarque, a Estrutural quase foi extinta. A Polícia Militar, seguindo ordens do governo do PT, invadiu a vila, derrubou barracos e tentou remover as famílias na base da violência. Elas resistiram. E quando Roriz voltou a governar o DF, ele garantiu às famílias o direito de permanecer no local.

“Estou satisfeito de estar aqui e ver que a cidade cresceu”, disse Roriz aos moradores. “Quero voltar ao governo para melhorar a vida de vocês e dar endereço para quem não tem”, afirmou, arrancando aplausos dos 400 moradores que participaram do encontro na Quadra 4.

Roriz também fez um pedido à comunidade:“Estamos há 29 dias das eleições e precisamos ir de casa em casa levar a mensagem de que sou candidato ao governo do DF. Falem com amigos, vizinhos e parentes que pedi a vocês que levassem esta mensagem. Este é um pedido que faço, de coração, a esta cidade”.

Ouvindo a mensagem de Roriz estava a professora Maria de Lourdes da Conceição. Ela denunciou que tem recebido insistentemente ligações telefônicas com uma gravação dizendo que Roriz não é candidato. “Estou indignada com isso”, protestou. “Eles (os adversários) não têm a competência de Roriz e aí querem tirá-lo da disputa. Mas estou pronta para atender ao pedido de Roriz e vou avisar a todo mundo que conheço que não devem acreditar nas mentiras do PT”.

Roriz aproveitou para reafirmar: “Sou candidato e continuou na disputa. Vamos ganhar no Supremo Tribunal Federal, o guardião da Constituição, e vamos vencer nas urnas no primeiro turno”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui