RORIZ RECEBE MAIS DE 3 MIL PESSOAS NA REABERTURA DE SEU ESCRITÓRIO POLÍTICO

15
6

O ex-governador Joaquim Roriz (PSC) recebeu neste sábado (10), presidentes nacionais e locais de partidos e amigos para a retomada das atividades do seu escritório político no SIA. “Fico feliz de recebê-los aqui para recomeçarmos a trabalhar para o futuro de Brasília”, disse o ex-governador do Distrito Federal por quatro vezes. Ele lembrou sua condição de pré-candidato ao governo do Distrito Federal e falou de que, por força para legislação eleitoral, está trabalhando em regime fechado. “Mas minha vontade era de estar mais perto do povo”, admitiu. Enquanto isso não acontece, Roriz disse que foi buscar um homem, o Jofran Frejat, não para ser secretário de Saúde pela quarta vez, mas para estar a seu lado, como pré-candidato a vice-governador do DF. “Ele tem capacidade, já comprovada, de construir uma cidade da saúde modelo, que é o que ele almeja para Brasília”. Roriz finalizou a reunião dizendo que pede a Deus, todos os dias, saúde e vigor para não decepcionar ninguém. Cerca de 3 mil pessoas participaram do evento, no recinto fechado do escritório político, e ouviram de Roriz e dos presidentes nacionais do PSC, Pastor Everaldo; do PMN, Telma Ribeiro; e locais do PSC, Valério Campos; do PMN, deputada distrital Jaqueline Roriz; do PSDC, Silvana Siqueira; do PTdoB, Paco Veiga, e do PRTB, Caio Donato, a intenção de lançar Joaquim Roriz de volta ao Palácio do Buriti. “Temos um líder que é um fenômeno, um homem que está na frente de todas as pesquisas e vamos elegê-lo”, disse Campos, que coordena a campanha de filiação do seu partido. “E vamos continuar com nossos eventos de filiação partidária”, disse ele recomendando que quanto mais gente se filiar será melhor para o fortalecimento do partido. O senador piauiense Mão Santa, do PSC, “um partido de fé, cristão”, foi ainda mais enfático ao dizer que a vontade divina é determinante na vitória de Roriz em outubro, mesclando citações da Bíblia com fatos atuais e indiscutíveis disse: “Quem fez o mundo foi Deus. E quem fez Brasília foi Juscelino Kubitschek e Roriz”, ressaltando que eles foram conduzidos pela mão de Deus. E completou: “Atestai bem, ninguém se perde no caminho de Roriz”. Para o senador Mão Santa Roriz nunca saiu do coração dos pobres do Piauí e de Brasília. E fez novas comparações, perguntando aos presentes quantas vezes o Brasil foi campeão na Copa do Mundo. Com a resposta ‘cinco’, e é pentacampeão. E Mão Santa voltou a falar: “Roriz vai ser penta no Distrito Federal”, o que arrancou aplausos dos presentes. Jaqueline Roriz, presidente do PMN, disse que as eleições desse ano vão reunir as pessoas de bom coração, pessoas com o mesmo ideal, que querem para o Distrito Federal o melhor em Educação e Saúde. “E sabemos quem tem experiência para governar esta cidade”, disse ela, referindo ao pai, Joaquim Roriz, que é pré-candidato ao governo do DF pelo PSC. O deputado Laerte Bessa disse que na política ainda é um aprendiz, mas que quer aprender as coisas boas. Mas parou um momento para refletir sobre a multidão que se aglomerou naquele local. “Onde vamos encontrar tanta gente assim, sem anunciar na televisão, ou nos jornais? Só pode ser a família Roriz”, brincou com o público. O pré-candidato a vice-governador, Jofran Frejat, relembrou o seu trabalho na área de Saúde no Distrito Federal, onde foi quatro vezes secretário de Saúde. “Tenho orgulho do trabalho que fiz e recentemente, ao receber o convite do ex-governador para ser pré-candidato a vice-governador, não pude recusar o convite. Aliás, quem, de boa fé, recusaria um convite desse?”, perguntou. Frejat justificou ainda ter aceito o convite de Roriz, por considerá-lo como ‘quem fez tudo por Brasília, para que ela seja melhor’. Frejat aproveitou para reavivar a memória das pessoas sobre a criação de tantas cidades no Distrito Federal que foram ocupadas por pessoas que ocupavam invasões no DF. “Vendo o que acontece no Rio de Janeiro, hoje, podemos dizer que aqui Roriz deu endereço para pessoas que viviam em invasões. Será que as pessoas não entendem o que Roriz fez pelas pessoas e pela cidade!”, convidou o deputado para que todos refletissem e para que todos se orgulhem de morar numa cidade que é referência nacional. “Brasília voltará a ser referência, como antes, e não essa vergonha. Não seremos mais vítimas de chacota, onde quer que formos”, concluiu Frejat. Com esse encontro, testemunhado por tanta gente que foi lá para acompanhar os trabalhos, Roriz retoma sua agenda, onde vai despachar as terças, quartas, quintas e sextas-feiras, das 9h às 18h, para receber lideranças comunitárias e pré-candidatos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui