RORIZ REÚNE CINCO MIL PESSOAS EM SAMAMBAIA

0
18

Roriz usa a Carta Magna para afirmar: “Sou candidato. A Constituição garante. O STF me dará esse direito”

Pelágio Gondim

Mais de cinco mil pessoas viram, ouviram e aplaudiram o candidato a governador Joaquim Roriz (PSC) no “Comício do Azul”, realizado na tarde deste sábado (11), na Expansão de Samambaia. Com a Constituição brasileira nas mãos, Roriz falou à multidão: “Nesse grande encontro aqui, em Samambaia, asseguro a vocês que sou candidato. A Constituição Federal me garante este direito. Confio na Justiça do meu país e acredito que o Supremo Tribunal Federal, o guardião da Constituição, não me negará este direito”.

Na rua da Quadra 1.029, a multidão vestida de azul acompanhou atenta a leitura do parágrafo único do artigo primeiro da Carta Magna, feita pelo candidato a vice-governador de Roriz, Jofran Frejat: “Todo o poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente, nos termos desta Constituição”.

E completou: “O poder é do povo. O povo são vocês. Vocês é que vão escolher seus governantes e os seus representantes no Congresso Nacional e na Câmara Legislativa. É direito de Roriz ser candidato e é direito de vocês votar em Roriz. Podem votar em Roriz. Esse é um direito garantido neste livro, a Constituição do nosso país”, defendeu Frejat.

Roriz e Frejat empunharam a Constituição para demonstrar o que os adversários são capazes de fazer para ganhar as eleições. “Eles são capazes de tudo, até rasgar a nossa Constituição”, acusou Roriz, referindo-se à propaganda eleitoral do PT, que vem passando a falsa informação de que o ex-governador não é mais candidato, mensagem que, inclusive vem sendo transmitida por telefone. “Eles estão contando essa mentira até por telefone”, acusou Roriz. “Não acreditem nas mentiras do PT. E conto com Samambaia para que a verdade vença nas urnas”, conclamou.

As promessas que o candidato do PT faz são outras mentiras contadas pelo PT, segundo Frejat. Ele perguntou à multidão quais as obras que o PT, quando Cristovam Buarque foi governador do DF, realizou em Samambaia. “Nenhuma”, responderam os moradores em coro. Frejat perguntou em seguida: “Agora respondam: quem construiu Samambaia, Santa Maria, Riachos Fundo I, Riacho Fundo II, Recanto das Emas e outras cidades do DF?” A resposta ecoou: “Roriz, Roriz, Roriz!”

Frejat continou perguntando: “Vocês sabem por que Roriz é criticado por ter construído essas cidades?” Ele mesmo respondeu: “Porque essas cidades foram construídas para gente humilde, como vocês, mas ninguém criticou a construção do Sudoeste, que também foi criada por Roriz, e não estão criticando o Noroeste, que é moradia para rico”. Frejat prosseguiu: “Essa gente do PT tenta desconstruir a história de Roriz, que fez muito enquanto eles não fizeram nada”.

A candidata ao Senado Federal, Maria de Lourdes Abadia (PSDB), ao falar à multidão, lembrou que ela, quando era deputada federal, ajudou a escrever a Constituição junto com personalidades como Ulysses Guimarães,  Mario Covas e o próprio Frejat. “Eu não acredito que o Supremo vá ignorar o que está escrito na nossa Constituição. Nos confiamos no Supremo Tribunal Federal e a nossa Constituição. Não vamos permitir que os nossos adversários rasguem a nossa Carta Magna”, afirmou Abadia.

Roriz considerou bastante positivo o comício de Samambaia. Mesmo sem a estrutura econômica e a presença de personalidades públicas nacionais que movem os comícios do PT, “eu consegui o que eles não conseguem: reunir o povo espontaneamente”. Por isso, Roriz acredita que, assim que o STF garantir que ele pode disputar as eleições e, eleito, tomar posse, os eleitores vão se sentir seguros para elegê-lo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui