ROSSO E AGNELO DECIDEM PELA INAUGURAÇÃO DE UPA

0
13

Em conjunto, Rosso e Agnelo decidem pela inauguração de UPA em Samambaia

 

No fim da tarde desta sexta-feira (19), em sua casa, no Lago Sul, o governador Rogério Rosso recebeu o governador eleito Agnelo Queiroz para tratar de assuntos relativos à área da saúde pública. No encontro, o atual chefe do Executivo e o governador eleito conversaram sobre a manutenção nos serviços do Hospital Regional de Santa Maria (HRSM) e a continuidade na reforma de 20 centros de saúde do Distrito Federal.

Em conjunto, Rosso e Agnelo também decidiram pela inauguração, na próxima semana, da Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) de Samambaia. “Agnelo é médico e conhece bem a área” afirmou Rosso. “Nós reunimos todos os elementos técnicos e de gestão e ele concordou que temos que melhorar o atendimento e, inclusive, ampliar a prestação de serviços”.

A convite do governador Rosso, Agnelo poderá indicar a diretoria da nova UPA, com o objetivo de compatibilizar a primeira unidade com o modelo que deseja implantar nas demais. A previsão é que a UPA de Samambaia atenda cerca de 500 pessoas por dia.

Segundo Rosso, até o fim de seu mandato, o GDF dará continuidade na reforma dos centros de saúde. “Também é vontade do Agnelo essa reforma, que agora poderá sofrer algumas alterações no cronograma para não afetar o atendimento em cidades que tenham mais de um posto de saúde”. O governador garantiu ainda que nenhum centro de saúde será fechado. As unidades serão apenas ampliadas, mas sem paralisação dos serviços.

Tranquilidade para a populaçãoCom relação ao contrato de gestão do HRSM, o governador Rogério Rosso afirmou que, caso até o dia 1º de janeiro não tenha encerrado o processo de contratação por concurso público de novos servidores, o contrato com a Real Sociedade poderá ser estendido, para não prejudicar o atendimento nas Unidades de Tratamento Intensivo (UTIs).

Já o governador eleito, Agnelo Queiroz, considerou a reunião positiva para esclarecer as questões de saúde durante a transição. “Queremos dar toda a tranquilidade para a população na continuidade dos serviços”, afirmou Agnelo. “Viemos discutir alguns pontos importantes da saúde que precisamos encaminhar em conjunto nesse período de transição”. Também participaram do encontro secretários de governo da atual gestão e representantes do Ministério Público do Distrito Federal.

Fonte: Agência Brasília/Foto: George Gianni

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui